WASHINGTON, 16 FEV (ANSA) – O ataque a tiros realizado na noite desta sexta-feira (15) a uma fábrica em Aurora, em Chicago, deixou pelo menos seis mortos, incluindo o atirador. Diversas pessoas ficaram feridos, entre elas cinco policiais. O agressor foi identificado como Gary Martin, de 45 anos, e já havia trabalhado na empresa Henry Pratt. Ele foi morto a tiros pela polícia, informaram as autoridades norte-americanas durante coletiva de imprensa.

A identidade das outras vítimas e o número exato de feridos não foram divulgados. Os policiais foram hospitalizados em centros médicos na região. Em sua conta no Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lamentou o episódio, mas parabenizou a atuação da polícia. “Ótimo trabalho das autoridades em Aurora, Illinois.  Meus profundos sentimentos a todas as vítimas e suas famílias.  Os EUA estão com vocês!”, escreveu.

error: Conteúdo protegido por direitos autorais.