A cidade de Bauru completa hoje (1º), 125 anos. Apesar da rivalidade, temos que reconhecer, sem dúvida nenhuma é uma bela cidade e nos últimos anos teve a sorte de eleger bons administradores, o que não foi o caso da cidade Marília. Para celebrar a data, e como a maior cidade de nossa região, separamos algumas curiosidades para você conhecer um pouco sobre a chamada “Cidade Sem Limites”.

Por exemplo, os apelidos da cidade. Além de Cidade Sem Limites, os bauruenses costumam chamar a cidade de Springfield Brasileira, uma brincadeira com a cidade de Os Simpsons. Quer saber o porquê desses dois nomes? As respostas estão logo abaixo.

Essas aqui provavelmente você já sabe

01. O nome Bauru vem das junções de ‘ybá’ (fruta) e ‘uru’ (cesta), significando cesta de frutas. 

02. Quer dizer, não é tão óbvio assim. A versão da “cesta de frutas” é contestada! Outros especialistas dizem que o real significado é “queda d’água” ou relacionado aos “baurus”, índios que viviam às margens do Rio Batalha.

03. A ferrovia é um ponto-chave para entender a história de Bauru, pois foi a partir dela – especialmente Estrada de Ferro Noroeste Brasil (NOB) – que a cidade começou a se desenvolver.

04. A área de Bauru é de 667,684 km2.

05. Os fundadores da região foram Felicíssimo Antônio de Souza Pereira e Antônio Teixeira do Espírito Santo, que trouxeram as famílias e foram os primeiros moradores da cidade, em 1856.

06. Onde fica Bauru no Brasil? A cidade está distante 2.922 km de Oiapoque-AP e 1.334 km de Chuí-RS.

07. Antes de virar Bauru em 1986, a cidade já teve outros dois nomes: Quarteirão de Itapetininga e Distrito de Espírito Santo da Fortaleza.

08. Além da ferrovia, a agricultura baseada no café, muito forte no país naquela época, ajudou no rápido crescimento de Bauru.

09. Bauru já foi chamada também como Princesinha do Oeste, Cidade dos Espantos Rodriguianos e Capital da Terra Branca.

10. Bauru tem 44 bens tombado como patrimônio público.

Além disso, a lista tem algumas curiosidades que você provavelmente já conhece, mas nunca é demais relembrar. Entretanto, tem também aquelas histórias que talvez você nunca tenha ouvido falar. Vamos conferir;

É a cidade do sanduíche

Primeira lanchonete a vender o tradicional sanduíche de Bauru renova certificação com a prefeitura e mantém tradição no aniversário da cidade — Foto: Skinão/ Divulgação

11. O famoso sanduíche ‘Bauru’ não foi criado na cidade… mas foi criado por um bauruense! Nascido no município, Casimiro Pinto Neto era conhecido na capital como “Bauru”. Um dia, no Ponto Chic (local que vendeu o primeiro ‘Bauru’) sugeriu a receita com rosbife e tomate. O lanche ficou conhecido pelo apelido de Casimiro.

12. Já na cidade, o lanche foi difundido pelo Skinão, nos anos 1970.

13. O lanche virou patrimônio imaterial da cidade em 24 de junho de 1998.

14. E não é qualquer lugar que vende o sanduíche Bauru! Quer dizer, pelo menos não oficialmente. O Conselho Municipal de Turismo de Bauru (COMTUR) criou o selo de “certificação do Sanduiche de Bauru”, para indicar quem realmente quer fazer o verdadeiro lanche. Mesmo assim, o importante é não errar na receita.

Pão francês sem miolo, queijo mussarela derretido na água, rosbife, tomate e picles. Essa é a receita do tradicional sanduíche de bauru, que é patrimônio cultural do estado de SP.

A receita original é vendida na cidade desde a década de 1970 e a primeira lanchonete a comercializar o sanduíche bauru na cidade acaba de renovar a certificação da prefeitura do município dada aos locais que vendem o produto original.

Após 50 anos preservando a receita que fez com que a cidade fosse conhecida em todo o estado e até mesmo no Brasil, os novos proprietários da lanchonete buscam manter a tradição e a história do sanduíche que segue sendo protagonista quando o assunto é a gastronomia local.

Nenhum bauruense é mais famoso do que o ‘Bauruzinho’. O mascote da cidade é representado na estátua conhecida nacionalmente, que foi inaugurada em homenagem aos 112 anos de Bauru.

15. A ideia de construir o carismático personagem da cidade foi do vereador Fernando Mantovani em conjunto com o empresário Jad Zogheib.

16. Feito de fibra de vidro, o Bauruzinho foi uma criação do designer Adelmo Barreira.

17. O premiado ilustrador Adelmo Barreira, que atuou em grandes agências de publicidade do Brasil e já fez trabalho para Havaianas, formou-se em Design na Unesp-Bauru.

18. Um dia, o Bauruzinho sumiu! O mascote foi roubado por estudantes de um república, que queriam enfeitar o espaço deles. Faz sentido.

Cidade sem limites

19. A ‘Cidade Sem Limites’ é com certeza o apelido oficial da cidade. A frase foi criada pelo ex-prefeito Nicola Avallone Junior, o Nicolinha, para marcar o desenvolvimento da cidade.

20. Bauru foi a primeira cidade do interior na América do Sul a ter uma emissora de televisão.

21. A economia do planeta está toda conectada e Bauru já vivenciou isso. A queda da bolsa de Nova York em 1929 afetou o mundo inteiro, inclusive a Cidade Sem Limites. Foi nesse momento que Bauru trocou sua base econômica do café para algodão.

22. A Tilibra, uma das maiores produtoras de cadernos do Brasil, é uma empresa bauruense. Tão ligada à cidade que foi fundada em uma das tradicionais ruas, a Rua Batista de Carvalho, em 1928. 

23. O Fran’s Café é outra empresa conhecida pelo Brasil e que foi fundada também na cidade.

24. Bauru já teve 53 comandantes, entre prefeitos e intendentes. José Alves de Lima foi o primeiro prefeito da cidade, ficando de 7 de janeiro de 1896 a 1º de maio de 1896.

16. A atual prefeita da cidade, Suéllen Rosim, é a primeira mulher a liderar a cidade.

Candidatos a prefeito de Bauru nas eleições 2020: veja quem são | Eleições  2020 em Bauru e Marília - SP | G1

25. O Observatório Didático de Astronomia “Lionel José Andriatto”, da Unesp Bauru, está cadastrado no Museum Alliance da NASA.

26. E continua a participação de Bauru na aviação brasileira: desde 1940, a cidade forma pilotos. A primeira turma de pilotos de planador do Aeroclube de Bauru foi formada naquela época.

27. Um dos destaques do Aeroclube de Bauru é a sua frota, a maior de um aeroclube brasileiro. Ao todo, a frota conta 20 aeromodelos, sendo oito aviões e 12 planadores operacionais.

28. Além disso, o local foi a escola de diversos campeões de competições de voo a vela pelo Brasil.

29. A cidade tem tudo a ver com a aviação do país. O aeroclube de Bauru é o mais antigo de uma cidade no interior do Brasil!

30. Além disso, é a terra natal de Ozires Silva, um engenheiro aeronáutico brasileiro que co-fundou a Embraer, fabricante brasileira de aviões.

31. Fundado em 1951, o Confiança é uma das maiores empresas de Bauru. Ele integra a quarta maior rede de supermercados do país.

32. Na época em que foi construído, o Mary Dota foi considerado um dos maiores conjuntos habitacionais da América Latina, com 3,3 mil moradias. Ainda hoje, é um dos maiores.

33. Por lá, vivem cerca de 18 mil habitantes. Ou seja, uma população maior que cidades vizinhas, como Piratininga, Duartina, Avaí, Arealva e Iacanga.

34. O Jardim Botânico está no Hall da Fama do TripAdvisor, pois recebeu o Certificado de Excelência durante cinco anos seguidos no site de viagens.

35. O aeroporto de Bauru leva o nome de Moussa Nakhl Tobias, empresário que nasceu no Líbano e veio para a cidade em 1959. Por lá, abriu empresas que ajudaram no desenvolvimento econômico da cidade.

aeroporto de bauru

36. Quem mudar para Bauru, pode ter certeza que dá para ficar muito tempo. Bauru é a 18º melhor cidade para viver mais e melhor. O ranking é do Instituto de Longevidade MAG.

37. Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Bauru é a 19ª cidade mais pacífica do país, entre as que possuem população superior a 100 mil habitantes.

38. Quer empreender? Também pode ir para Bauru! O Índice de Cidade Empreendedoras (ICE), da Endeavor, aponta Bauru como a 34ª melhor cidade para começar um novo negócio.

39. Com uma história tão rica, Bauru também é uma cidade que se reinventa. É uma constante mistura de tradição e inovação. Um dos casos é o Aeroclube de Bauru, que com mais de 80 anos, restaurou e reabriu o antigo bar que ficava no local. 

40. O primeiro jornal de Bauru foi o ‘O Dia’, hoje fechado. A abertura do diário foi em 1906.

A Springfield brasileira

41. Muitos bauruenses também gostam de chamar a cidade de Springfield Brasileira, uma brincadeira com a famosa cidade de Os Simpsons.

42. Bauru teve um dos bordéis mais famosos do Brasil, a ‘Casa do Eny’. 

43. Bauru foi a primeira cidade do interior a ter um sambódromo.

44. Bauru já foi o cenário de um “atentado”. Quer dizer, pelo menos era o que os militares achavam. Durante uma visita do general Ernesto Geisel, houve uma explosão na Av. Nações Unidas que assustou a comitiva. Entretanto, foi só um acidente com um caminhão.

45. “Bauru sem tomate é misto” é um grito proibido aqui em Bauru. Nem leia essa em voz alta! A famigerada frase era entoada pelos adversários da cidade em competições esportivas entre universidades.

46. Ao redor do Brasil, o que não falta são avenidas com o nome do ex-presidente Getúlio Vargas. Mas aqui no estado não é nada comum. Ao contrário, apenas uma cidade tem uma rua com o nome dele. Sabe qual é? Sim, Bauru. 

47. Essa falta de avenidas Getúlio Vargas no estado é resquício da revolução de 1932, quando o gaúcho era o presidente. Uma das únicas cidades de São Paulo que criou laços com ele foi Bauru.

48. Uma tradição brasileira é dar nome de rua para políticos. Na cidade de Bauru, são 17 ex-prefeitos homenageados. 

49. Isso significa que outros 36 prefeitos não tiveram a mesma celebração.

50. Bauru tem 7 ruas com nome de ex-presidentes do Brasil.

51. Discussões sem conclusão: Muita gente diz que o líder revolucionário Che Guevara já passou por Bauru. Não dá para comprovar a visita dele à Cidade Sem Limites, mas fica a história.

52. Bauru já foi culpada por um apagão no Brasil! Em 1999, o Ministério da Energia disse que a falha de distribuição energética aconteceu na estação da cidade devido a raios. Entretanto, a pasta do Governo Federal se corrigiu e disse que a estação de Bauru não era a culpada.

53. Bauru já foi excomungada, quando um projeto municipal queria derrubar uma igreja para ampliar a principal rua do comércio da época.

54. Além da igreja, um padre de Bauru também foi excomungado. Roberto Daniel, mais conhecido como padre Beto, após declarações contra as doutrinas conservadoras da igreja. 

55. Brasília virou a capital do Brasil por estar no centro do território, certo? O Paulo Maluf teve uma ideia parecida para São Paulo quando foi governador e Bauru era uma das opções.

56. O nome de Bauru está em lugar privilegiado na capital. Assim como vários outros municípios que dão nomes de rua em São Paulo, Bauru não seria diferente. A Rua Bauru fica do lado do estádio Pacaembu e do Museu de Futebol.

57. Palmirinha e Edson Celulari são algumas celebridades que nasceram aqui em Bauru e levam o nome da cidade pelo Brasil. Em Marília, todos sabem que o ex prefeito Mário Bulgareli é bauruense, e alias está residindo naquela cidade atualmente.

58. Gilberto Barros e Carol Castro também são celebridades que viveram em Bauru. Entretanto, não nasceram lá… Barros é de Piracicaba e se formou em Lins na faculdade de engenharia e Carol Castro é do Rio de Janeiro.

Cidade universitária

59. Bauru atende uma média anual de 30 mil estudantes de cursos superiores. 

60. Bauru já foi para o espaço! O primeiro astronauta brasileiro, e hoje ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, nasceu em Bauru, no dia 11 de março de 1963.

61. O Centrinho de Bauru é referência na área de saúde no Brasil. Inclusive, já recebeu prêmio da Organização Mundial de Saúde (OMS).

62. A Unesp chegou de um modo curioso aqui na cidade. Em vez de construir um campus, a faculdade estadual incorporou a Universidade de Bauru (UB). Isso foi em 15 de agosto de 1988.

63. Fundada em 1978, a ‘Torre Eiffel de Bauru’ – sim, existe – tem 10 metros de altura e 7,1 metros de comprimento e fica em frente à Instituição Toledo de Ensino (ITE).

64. Por que a Torre Eiffel em Bauru? O fundador da ITE, professor Antonio Eufrásio de Toledo, era admirador dos ideais da Revolução Francesa, de liberdade, igualdade e fraternidade.

65. Você sabia que a Turma da Mônica começou em Bauru? Quer dizer, pelo menos a protagonista. O primeiro casamento de Maurício de Sousa, criador da Turma da Mônica, aconteceu na cidade, assim como o nascimento da primeira filha: a Mônica, inspiração para os famosos quadrinhos.

66. Bauru já foi tema de uma letra do Cazuza, chamada “Garota de Bauru”, que ele compôs para uma pessoa que conheceu aqui. Ninguém sabe quem é, mas sabemos que ela “Gosta de ouvir Lulu Santos, E acha o Cazuza um anjo e Não perde um show do Paralamas”.

67. O Museu Ferroviário Regional de Bauru foi fundado em 26 de agosto de 1989 e tem um acervo com peças de maquinário ferroviário, mobiliário, indumentária, fotografia e documentos. O local é uma viagem à produção das empresas férreas que atuavam por lá.

68. Em 2010, Bauru foi um dos locais da turnê de despedida do grupo internacional A-HA. O show foi na Alameda Quality Center e teve cerca de três mil pessoas.

69. Em 1998, outra figura importante da música internacional fez show em Bauru. Um dos maiores nomes do Blues, B.B. King, esteve na cidade para uma apresentação no dia 12 de dezembro de 1998, na Cervejaria dos Monges.

70. Bauru tem cerca de 350 bairros divididos em oito administrações regionais: Centro, Estoril (Sul), Altos da Cidade (Sul), Bela Vista (Norte), Falcão/Industrial (Oeste), Independência (Sudoeste), Mary Dota (Nordeste), Redentor/Geisel (Leste) e Octavio Rasi (Leste).

71. Bauru tem uma das maiores equipes de natação do Brasil. É a Associação Bauruense de Desportos Aquáticos (ABDA).

72. Pelé começou a jogar futebol em Bauru, onde morou quando criança. 

73. Inclusive, o maior jogador de futebol da história chegou a integrar as categorias de base do Bauru Atlético Clube, antes de ser levado ao Santos. 

exposição Pelé em Bauru

74. Inaugurado em 24 de agosto de 1980, o Parque Zoológico Municipal de Bauru tem acervo de 700 animais, de 170 espécies diferentes, entre aves, répteis, peixes e mamíferos.

75. O Jardim Botânico de Bauru foi criado em 4 de março de 1994 e  mantém coleções de orquídeas, bromélias, samambaias, plantas aquáticas e medicinais, bambus, palmeiras e trepadeiras. A trilha ecológica, mirante e centro de visitação complementam o espaço.

76. Bauru tem a 18º maior população do estado de São Paulo, com cerca de 380 mil habitantes.

77. Entre as quatro maiores cidades dessa parte da região centro-oeste, Bauru não é a mais antiga. Botucatu é a mais velha, fundada em 1843. Já Marília, em 1923, e Ourinhos, em 1918, vieram depois. 

78. A maior parte dos bauruenses trabalha no setor de serviços (41,27%).

79. Já o comércio responde por 25% e a indústria 16%. O restante é preenchido pela construção civil, administração pública e demais segmentos.

80- O último destaque é, na verdade, uma constatação: Bauru é uma cidade maravilhosa!

O JORNAL DO ÔNIBUS de MARÍLIA se congratula com todos os bauruenses pela comemoração dos seu 125º aniversário de emancipação política e administrativa. PARABÉNS BAURU !!!

DIRETO DA REDAÇÃO COM TEXTOS ADICIONAIS DO SOCIAL BAURU

error: Conteúdo protegido por direitos autorais.