Empresa Smile que tentou participar da concorrência pública do transporte urbano é denunciada por formação de cartel e falsificação de documentos em Paulínia.

A  noticia vem sendo vinculado em alguns portais de noticias com insistência há semanas e na última sexta feira era com exclusividade publicada por um determinado site como confirmada e, que o prefeito municipal Daniel Alonso já havia assinado a autorização e estaria realizando o anuncio durante esta semana.

O fato é que; segundo o que foi publicado já estaria acertada a substituição da empresa prestadora do serviço de transporte coletivo de Marília. Pelas informações divulgadas a empresa Smile Transporte e Turismo Ltda estaria concluindo a compra da empresa bauruense e, portanto estaria já colocando seus carros para ocupar as linhas concedidas em processo licitatório.

Pelas matérias publicadas, a mudança estaria ocorrendo porque, a Grande Marília, que hoje opera o transporte público nas zonas Norte, parte da Oeste e Leste do município, estaria sendo vendida para o grupo Smile Turismo, que já possui frota em outras cidades do Estado de São Paulo, como por exemplo, Santa Bárbara D’Oeste. 

O JORNAL DO ÔNIBUS DE MARILIA, reitera o seu posicionamento de independência e portanto da prática de um JORNALISMO SÉRIO, TRANSPARENTE e na busca constante da verdade. NOSSO COMPROMISSO É COM A POPULAÇÃO DE MARILIA, A CLASSE TRABALHADORA E PRINCIPALMENTE COM OS USUÁRIOS DO TRANSPORTE COLETIVO e como tal TORNAMOS DE FORMA PÚBLICA novamente o que está por trás desta manobra.

O JORNAL DO ÔNIBUS DE MARILIA, no último dia 3 de março publicou TAMBÉM COM EXCLUSIVIDADE quem era a empresa que estava assumindo o transporte público das regiões Norte, parte da Oeste e Leste. Que fique bem claro que o nosso objetivo não é aqui macular ou denegrir a imagem da empresa, mas, evitar que venha a ocorrer o que aconteceu em Paulínia ou em caso bastante conhecido; “A zona azul nas mãos daquela que se apresentava como acima de qualquer suspeita RIZZO PARK, ou outro nome que utilizam”. CONFIRA A MATÉRIA QUE PUBLICAMOS ACESSANDO ESTE LINK DE NOSSO SITE.

Segundo as informações, a Smile estaria começando a operar na cidade de Marília no dia 2 de março. Nossa reportagem manteve contato com o RH da empresa Grande Marília que não confirmou a informação e relatou que a empresa continua circulando normalmente em suas linhas do município. Na realidade a empresa está se apresentando como NOVA VIA, mas, que pertence ao GRUPO SMILE TURISMO, também responsável pelo transporte público por exemplo; em Santa Bárbara d’Oeste. Confira a frota;

Ocorre que, na matéria publicada nesta sexta feira pelos SITES fartamente patrocinados pela administração municipal, a informação é de que: Foi apurado que, em um negócio de valores não revelados, a Grande Marília será incorporada pela Sertran Transportes, um grupo que mantém negócios no setor de fretamento, transporte escolar, comércio de ônibus e transporte coletivo urbano. A transição deve ser feita durante o mês de março, com começo da operação em abril.

Isto devido a reportagem publicada pelo JORNAL DO ÔNIBUS DE MARÍLIA mostrando a realidade dos fatos. Nossa reportagem novamente foi a campo e conseguiu um contato com correspondentes na cidade de Santa Bárbara d’Oeste que nos confirmou a transação ocorrida. Confira a imagem do que ocorre e, que comprova que na realidade a SERTRAN é do GRUPO SMILE, como tentam esconder, devido as acusações que pesam sobre a mesma como formação de cartel, falsificação de documentos. Confira mais informações no link abaixo ;

https://onibusbrasil.com/ThiagoSilva143/9765183

Reiteramos que o nosso papel mais uma vez, é contribuir com o poder legislativo mariliense que tem como uma de suas principais funções; FISCALIZAR. A cidade não pode ficar sem transporte coletivo e este setor vive uma crise sem precedentes devido as constantes altas no diesel e outros, no entanto, isto não significa que tenhamos que aceitar o que vier, sem uma análise mais aprofundada sobre a empresa interessada. Não se livra de um problema, criando-se outro.

ISTO É GRAVE : Ao lado da “Smile”, S.T.P. perdeu a certificação de inidoneidade e foi proibida de participar de licitação pelo prazo de dois anos.

O assunto é sério, pois, se aprofundando um pouco mais no final de semana conseguimos rastrear todo o histórico que realmente pode ser questionado juridicamente. A Grupo Smile que agora se apresenta em Marília como Sertran está em condições legais para assumir o transporte coletivo da cidade ? Confira o link abaixo e tire suas próprias conclusões;

https://diariodotransporte.com.br/2021/07/30/consorcio-mobilidade-vence-licitacao-do-transporte-em-paulinia-apos-punicao-a-s-t-p-mobilidade/

Como se vê, é mais um abacaxi para administração do gestor expertise que para se evitar o atual desgaste com a experiência vivida, por exemplo, com a Rizzo Park, terá que averiguar para aprovar. COMO SEMPRE DIGO, COM A PALAVRA OS SENHORES VEREADORES. Aqui não tem o famoso passa recibo da mentira.

DIRETO DA REDAÇÃO

error: Conteúdo protegido por direitos autorais.